Páginas

sábado, 25 de dezembro de 2010

Homem Pela Metade

medite nisto...

Será que DEUS aceita um homem pela metade?


Um homem entra na igreja, ele não tinha pernas e rastejava...O homem se arrasta até o altar...As pessoas se calam e ficam impressionados olhando!


Ele diz ao pastor , com os olhos cheios de lagrimas: “Pastor será que DEUS aceita um homem pela metade?”
Todos se perguntam o que será que o pastor vai responder.
Então DEUS fala através dos lábios do pastor: “Sim, DEUS aceita um homem pela metade que se entrega por inteiro. Mas não aceita um homem inteiro que se entrega pela metade!”
...Quem tem sido você diante do SENHOR?
 Pense nisso...

Deus abençoe a todos ricamente!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

O sol e o vento



O sol e o vento discutiam sobre qual dos dois era mais forte.
O vento disse:
- Provarei que sou o mais forte. Vê aquela mulher que vem lá embaixo com um lenço azul no pescoço? Aposto como posso fazer com que ela tire o lenço mais depressa do que você.
O sol aceitou a aposta e recolheu-se atrás de uma nuvem.
O vento começou a soprar até quase se tornar um furacão, mas quanto
mais ele soprava, mais a mulher segurava o lenço junto a si.
Finalmente, o vento acalmou-se e desistiu de soprar.
Logo após, o sol saiu de trás da nuvem e sorriu bondosamente para a mulher.
Imediatamente ela esfregou o rosto e tirou o lenço do pescoço.
O sol disse, então, ao vento:
- Lembre-se disso:
"A gentileza e a amizade são sempre mais fortes que a fúria e a força."

Deus abençoe Ricamente!!
(Sempre...) =)

http://franzinhacosta.blogspot.com/

domingo, 19 de dezembro de 2010

Depende da Maneira que se Fala




Certa vez um rei sonhou que havia perdido todos os dentes. Ele acordou assustado e mandou chamar um sábio para que interpretasse o sonho.
- Que desgraça, Senhor! Exclamou o sábio. Cada dente caído representa a perda de um parente de Vossa Majestade!
- Mas que insolente, gritou o rei. Como se atreve a dizer tal coisa?
Então, ele chamou os guardas e mandou que lhe dessem cem chicotadas.
Aí resolveu chamar outro sábio para interpretar o mesmo sonho. E este lhe disse:
- Senhor, uma grande felicidade vos está reservada! O sonho indica que ireis viver mais que todos os vossos parentes!
A fisionomia do rei se iluminou e ele mandou dar cem moedas de ouro ao sábio. Quando este saía do palácio um cortesão perguntou ao sábio:
-Como é possível? A interpretação que você fez foi a mesma do seu colega. No entanto, ele levou chicotadas e você, moedas de ouro!
- Lembre-se sempre... respondeu o sábio, TUDO DEPENDE DA MANEIRA DE DIZER AS COISAS...
Precisamos aprender como nos direcionar as pessoas que nos cercam, muitas vezes elas precisam apenas de uma palavra amiga ou uma mão estendida.

Deus abençoe!!

Pedras Preciosas




Certa vez, um homem caminhava pela praia, numa linda noite de lua cheia. E pensava desta forma:
Se eu tivesse um carro novo, seria feliz;       
Se eu tivesse uma casa grande, seria feliz      
Se eu tivesse um excelente trabalho, seria feliz  
Se eu tivesse uma parceira perfeita, seria feliz
Quando, de repente, tropeçou em uma sacolinha cheia de pedras.
Pegando ele a sacolinha começou a jogar as pedrinhas no mar.
Cada vez que ele jogava, ele dizia:
            Seria feliz se tivesse...  Assim fez ate que somente ficou uma pedrinha na sacolinha.
E decidiu guardá-la.
Ao chegar em casa, percebeu que aquela pedrinha era um diamante muito valioso.
Você imagina quantos diamantes ele jogou fora ao mar sem parar para pensar?
Assim são as pessoas, jogam fora seus preciosos tesouros por estarem esperando o que acredita ser perfeito ou sonhando e desejando o que não tem, sem dar valor ao que se tem perto delas.
Se olhassem ao redor, parando para observar, perceberiam quão afortunadas (milionárias) são. Muito perto de SI esta sua felicidade.
Cada pedrinha deve ser observada... Pode ser um diamante valioso e insubstituível. Depende de cada um de nós aproveitá-la ou lançá-la ao mar do esquecimento para nunca mais recuperá-lo    
        E você? Como anda jogando suas pedrinhas? (Jesus, namoro, casamento, amigos, trabalho, família, e ate mesmo seus sonhos.)



Pensamentos meus...
Em varias pregações da Força Jovem Brasil, o pastor Jean Madeira, (Atual responsável pelo o trabalho do Grupo Jovem no Brasil) relata sobre três coisas que não voltam mais...
A fecha lançada
A palavra mal falada (interpretada)
E a oportunidade perdida.
Sejamos honestos com nós mesmo, quantas flechas, palavras más, oportunidade perdida e ate mesmo pedras preciosas não lançamos fora ou ate mesmo no mar este ano de 2010. Não só neste ano, mas também nos anos passados?
Vamos refletir sobre a parábola acima  
Deus abençoe a todos Grandemente..

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Confie...



Eu observei um menino sozinho, na sala de espera do aeroporto,
aguardando a chamada para  o seu vôo.
Quando o embarque começou, o menino foi colocado na frente da fila
para entrar e encontrar o seu assento antes dos adultos.
Quando entrei no avião, vi que ele estava sentado em uma poltrona ao lado da minha.
Quando eu sentei aquele garoto foi cortês comigo quando puxei conversa com ele e,
em seguida, começou a passar o tempo colorindo gravuras de  um livro.
Ele não demonstrava nenhuma ansiedade ou preocupação com o vôo enquanto as preparações
para a decolagem estavam sendo feitas.
Durante o vôo, o avião entrou numa tempestade muito forte, o que fez com que a aeronave balançasse
como uma pena ao vento.
A turbulência e as sacudidelas bruscas assustaram alguns  dos passageiros,
mas, o menino parecia encarar tudo com a maior naturalidade.
Uma das passageiras, sentada do outro lado do corredor, ficou preocupada
com tudo aquilo que acontecia, naquele momento,  perguntou ao garoto:
- Você não está com medo?
- Não senhora, não tenho medo – ele respondeu, levantando os olhos de
seu livro de colorir e, confiante,  disse com um sorriso:
- Meu pai é o piloto.

(Loyde John Ogilvie - autor)
MORAL DA HISTÓRIA
Existem situações durante a nossa vida, que nos lembram um avião passando
por uma forte tempestade. Por mais que tentemos, não conseguimos
nos sentir seguros, em terra firme.
temos a sensação de que estamos pendurados no ar, sem nada
a nos sustentar, e segurar
em  algo que possamos nos apoiar e que nos sirva de socorro. Então, sempre
que se sentir inseguro e em situação de perigo, lembre-se que
apesar das circunstâncias, por piores que elas pareçam, lembre-se
que nossa vida está nas mãos do DEUS, que criou o Céu e a terra.
Ele está no controle de tudo, por isso não há o que temer. 

O NOSSO PAI É O PILOTO,
NÃO TEMEREI MAL ALGUM


Deus abençoe a todos Ricamente

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Quando Deus Tem um Plano... Nada Pode pará-lo!

              
  
Continuação do recadinho de... 13/12/10
Meu testemunho 3  







Ouve uma época na minha vida, onde eu não queria mais saber de nada...  
Tudo era tão vazio e sem vida!
Eu não acreditava em Deus, achava que Deus era uma fantasia de adultos, um amigo imaginário..., ou coisa parecida.
Certa vez depois de uma longa discussão com minha mãe (nós sempre brigávamos), não lembro o motivo, (brigávamos ate sem motivo...) tentei suicídio pela primeira vez, eu estava deitada na minha cama, chorando muito.
Der repente sinto algo tocando na minha cabeça, (eu via,sentia me tocando e ouvia os espíritos) assustada, olhei para ver o que era, era uma corda... (na minha cidade natal, as pessoas se suicidam apenas com corda), é como se eu estivesse sendo seduzida pela aquela corda, ela mexia sem esta ventando...
Algo falava na minha cabeça... Vai... Vai... Esta esperando o que? Não tem saída pra você, você é minha, neste mundo é sem graça... Não tem nada pra você aqui...
         Eu obedeci àquela voz, eu estava cheia de coragem, achando que estava fazendo a coisa certa, enchi o meu peito de ar, apenas um pensamento passava pela minha cabeça, não vou deixar nada pra ela, nem um abraço, nem um beijo, nem muito menos uma carta falando porque fiz isso... (minha mãe)
Naquela época eu só queria chamar a atenção da minha mãe, de um jeito infantil e imaturo...
Subi a cadeira e comecei o plano diabólico, fiz o laço...   
Como era de se esperar, (Deus sempre teve um plano na minha vida) a corda não suportou, não fiz o laço apertado, então ele não apertaria o suficiente, para me sufocar.
Eu chorava muito e dizia... Eles têm razão não sirvo nem pra morrer, não sei fazer nada nem a porcaria de um laço...
Na época não entendi porque eu não conseguia...
Apesar de ter sido uma adolescente rebelde, quando criança eu freqüentava outra denominação evangélica com minha avó, e minha irmã já era membro da IURD, tenho certeza que suas orações, são a razão que eu estou viva hoje, também pelo plano de Deus na minha vida.          

Graças a Deus por eu não ter completado o plano do diabo a minha vida...
Se eu tivesse tirado a minha própria vida naquela época...
...nada mais seria que uma covarde!
Incapaz de lutar contra os meus medos, traumas e complexos...

Sim tem continuação!
Deus abençoe a todos...

Fé em Ação...





Este cachorro nasceu na noite de Natal de 2002. Ele nasceu com duas pernas.
Obviamente, ele não podia andar quando nasceu. Nem sua mãe o quis.

Seu primeiro dono também achou que ele não pudesse sobreviver e estava pensando em “colocá-lo para dormir”.
Mas, então, sua atual dona, Jude Stringfellow, o conheceu e quis tomar conta dele.
Ela estava determinada a ensiná-lo e treinar este pequeno cachorro a andar sozinho.

Ela colocou nele o nome “Fé”.
No começo, ela colocou Fé numa prancha de surfe para fazê-lo sentir o movimento.

Depois ela usou manteiga de amendoim em uma colher como isca e recompensa para ele ficar de pé e pular.
Até mesmo o outro cachorro da casa o encorajou a andar.
Incrivelmente, após apenas 6 meses, milagrosamente, Fé aprendeu a equilibrar-se nas pernas traseiras e a pular para mover-se para frente.

Após treinar na neve, ele consegue agora andar como um ser humano.
Agora, Fé adora passear por aí.

Onde quer que ele vá, ele chama a atenção das pessoas. Ele está rapidamente ficando famoso internacionalmente e já apareceu em vários jornais e programas de tevê.

Agora há um livro chamado “Com Um Pouco de Fé”(“With a Little Faith”, em tradução livre), sendo publicado sobre ele. Até foi cogitada a possibilidade de ele aparecer em um dos filmes Harry Potter.
Sua atual dona, Jude Stringfellew, deixou seu trabalho como professora e planeja viajar com ele pelo mundo para mostrar que mesmo sem ter um corpo perfeito é possível ter uma alma perfeita.

Na vida sempre há coisas indesejáveis, então, para sentir-se melhor você só precisa olhar para a vida de outra maneira.

Espero que esta mensagem traga novas maneiras de pensar a todos, e que todos se sintam alegres e agradecidos por cada lindo dia.
Fé é a contínua demonstração da força e maravilha da vida (que Deus criou).


 Deus abençoe a tooOodos ricamente.....

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Antes de ver






Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco. Marcos 11.24 

O segredo da oração da fé é crer que já recebeu o que pediu, antes mesmo de vê-lo. 

A fé não precisa de sentimento, emoção, ou sensação. Ela é uma certeza. Portanto, não fique titubeando depois da oração.


segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Renato Maduro




Ontem, dia 12/12/10, houve uma grande festa no céu. É que o nosso filho na fé e amigo lucrou. Lucrou porque deixou a porcaria desse mundo; lucrou porque saiu da morte para a vida; lucrou porque perseverou e alcançou a coroa da vida; lucrou porque não corre mais nenhum risco de ter seu nome riscado do Livro da Vida; lucrou porque foi fiel até ao fim.
A morte não tem poder sobre aqueles que nascem do Espírito Santo.
A vontade de Deus foi feita. A nossa, não. Graças a Deus por isso!
Aos da fé, resta o consolo:
Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens. I Coríntios 15.19
Para você, Renato, digo apenas isso: O que nossos olhos não viram, nem nossos ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em nosso coração o que Deus tem preparado para os fiéis até o fim, agora, você pode ver, ouvir e participar por toda a eternidade. I Coríntios 2.9

"É preciso viver, não apenas existir."

Meu testemunho parte 2



A minha vida toda vivi como uma perola escondida dentro de uma cocha...
Quem me conheceu há aproximadamente 4 anos atrás (foi quando cheguei em São Paulo),  sabe do que estou falando. Menina de 16 anos, tímida, desengonçada, cabeça baixa, e magrela... Muito magrela.
Tinha medo do às pessoas pensavam de mim, me sentia interior a todas elas, sejam elas, mais bonitas ou mais desprovidas de beleza, mais ricas ou bem mais pobres do que eu.
Eu não sabia como explicar, aquele sentimento de opressão e depressão que existia dentro de mim... E quando desabafava não soltava uma palavra, apenas lagrimas.   
Passei muito tempo, me escondendo, me reservando de coisas simples como dar uma opinião, expor uma idéia, dar uma gargalhada ou ate mesmo abraçar alguém bem apertado.
Parece besteira mais eu nunca tinha feito isso no passado, mesmo com amigos super loucos que me davam lança perfume pra esquecer os meus problemas de vida sentimental, e os sentimentos de ódio que sentia da minha mãe (e de toda a minha família).
Quando eu cheguei a IURD, nunca tinha me sentido tão em casa (mesmo porque eu nunca me sentia em casa na minha própria casa!), as pessoas não me conheciam e me tratavam muito bem, nunca na minha vida tinha me sentido tão especial, tão normal, e tão humana... Aqueles sentimentos que não sabia explicar eram complexos de inferiodade.
No passado só sentia-me humano de verdade, quando humilhava minha mãe na frente de todos, mostrando sua incompetência de não saber administrar um Lar, já que ela nem conseguia ser feliz no amor (meu pai foi o 3° marido e ela já estava com o casamento marcado pro 4°), ou quando enchia a minha cara de bebida a ponto de embebedar-me e falava tudo que pensava ou que tinha vontade de falar e não conseguia sóbria, no outro dia eu não lembrava nada, algumas vezes ate lembrava, mas tinha vergonha de admitir...    

Sim! Tem continuação...

domingo, 12 de dezembro de 2010

Onde está o Nome?

Gente definitivamente isso é o certo a se fazer...
...Olhar para o altar !



Um colega me contou o que passou com ele no início do seu ministério de pastor. Achei interessante compartilhar, pois pode ajudar a alguns:
Bispo, tenho visto que muitos dos que entram na Obra de Deus dizem ter um pacto com Deus até a morte, que não podem viver sem o altar, etc. Entretanto, os mesmos depois saem como se não tivessem dito nada disso. Perdem a visão de ganhar almas porque deixam de olhar para Jesus.
Quando entrei para a Obra, o meu pastor me enviou para a igreja principal para começar a ser preparado e me disse que quando eu chegasse na Catedral eu tinha que procurar o Nome de Jesus. Assim o fiz. Mais tarde, quando eu o encontrei, ele me perguntou onde estava o Nome de Jesus, e eu lhe disse que estava no alto do altar. E ele me falou: “Está lá para que você só olhe para Ele. Você vai ver muitas coisas desagradáveis, mas seus olhos têm que estar sempre em Jesus.”
Não entendi muito o que ele quis dizer, mas hoje eu entendo. Temos que guardar nosso coração porque todos aqueles que olharam para trás é porque deixaram de olhar para Jesus, como Pedro — e como Pedro, afundaram.
Pr. André Fonseca

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

A Arte de Negociar




O pai chega pro filho e diz: filho escolhi uma ótima moça para você casar.
o filho responde: Mas pai, eu prefiro escolher a minha mulher.
mas filho, ela é filha do Bill Gates...
Bem, neste caso, eu aceito.

Então, o pai negociador vai encontrar o Bill Gates.

PAI - Bill, eu tenho o marido para a sua filha!
BILL GATES - Mas a minha filha é muito jovem para casar!
PAI - Mas este jovem é vice-presidente do Banco Mundial...
BILL GATES - Neste caso, tudo bem.

Finalmente, o pai negociador vai ao Presidente do Banco Mundial.

PAI - Sr. Presidente, eu tenho um jovem recomendado para ser vice-presidente do Banco Mundial.
PRES. BANCO MUNDIAL - Mas eu já tenho muitos vice-presidentes, mais do que o necessário.
PAI - Mas, Sr., este jovem é genro do Bill Gates.
PRES. BANCO MUNDIAL - Neste caso ele pode começar amanhã mesmo!

Moral da estória: Não existe negociação perdida. Tudo depende da estratégia.
Lembre-se que a arca de Noé foi construída por amadores...
O Titanic por profissionais...

Deus abençoe a todos! 

domingo, 5 de dezembro de 2010

Sentindo Vontade Ou Não





Sentindo vontade ou não,
eu vou acordar e sair da cama na hora certa.
Sentindo vontade ou não,
eu vou cumprir o meu dever com o meu corpo e exercitar todas as manhãs.
Sentindo vontade ou não,
eu vou fazer meu trabalho primeiro e me divertir depois.
Sentindo vontade ou não,
eu sempre vou cumprir as minhas promessas.
Sentindo vontade ou não,
eu vou perdoar aqueles que me ofenderam.
Sentindo vontade ou não,
eu vou fazer os sacrifícios necessários para alcançar os meus objetivos.
  
Sentindo vontade ou não,
eu sempre vou dizer a verdade.
Sentindo vontade ou não,
eu vou resistir à tentação de gastar o dinheiro que eu não tenho.
Sentindo vontade ou não,
eu vou ficar longe de pessoas que não acrescentam nada à minha vida.
Sentindo vontade ou não,
eu não vou deixar que o meu coração controle a minha mente.
Sentindo vontade ou não,
eu vou guardar os meus olhos de olhar para onde não devem.
Sentindo vontade ou não,
eu vou fazer o que é certo.
Sentindo vontade ou não,
quer você goste ou não,

se o mundo me ama ou me odeia por isso,
Eu vou manter a minha fé.
Sempre.
Porque eu não vivo pelo que eu sinto.
PS. E você? O que você vai fazer, quer sinta vontade ou não? Você se importaria de escrever sua decisão abaixo para ajudar ou inspirar a outros? Obrigado!

Você se importaria de escrever sua decisão abaixo para ajudar ou inspirar a outros? Obrigado!
Minha vez...
Sentindo vontade ou não
Vou esquecer o meu passado e seguir em frente.
Sentindo vontade ou não
Vou orar mais, mesmo que o meu dia seja tão cansativo
Sentindo vontade ou não
Vou praticar coisas que fortaleza o meu espírito e não que agrade a minha carne.
Sentindo vontade ou não
Vou lutar pra chamar a atenção de Deus e não vou me enforcar-me para agradar o homem
Sentindo vontade ou não
Vou lutar para ser exemplo por onde quer que eu vá
Sentindo vontade ou não
 tenho que aprender a falar menos

Deus Abençoe sempre.
PS. E você? O que você vai fazer, quer sinta vontade ou não?

sábado, 4 de dezembro de 2010

O bosque.

Esta mensagem é baseado em fatos reais. 
Retirado do Blog





Tempos atrás, eu era vizinho de um médico, cujo “hobby” era plantar árvores no enorme quintal de sua casa.

Às vezes, observava da minha janela o seu esforço para plantar árvores e mais árvores, todos os dias.

O que mais chamava a atenção, entretanto, era o fato de que ele jamais regava as mudas que plantava.

Passei a notar, depois de algum tempo, que suas árvores estavam demorando muito para crescer.

Certo dia, resolvi então aproximar-me do médico e perguntei se ele não tinha receio de que as árvores não crescessem, pois percebia que ele nunca as regava.

Foi quando, com um ar orgulhoso, ele me descreveu sua fantástica teoria.

Disse-me que, se regasse suas plantas, as raízes se acomodariam na superfície e ficariam sempre esperando pela água mais fácil, vinda de cima.

Como ele não as regava, as árvores demorariam mais para crescer, mas suas raízes tenderiam a migrar para o fundo, em busca da água e das várias fontes nutrientes encontradas nas camadas mais inferiores do solo.

Assim, segundo ele, as árvores teriam raízes profundas e seriam mais resistentes às intempéries.

Disse-me ainda, que freqà?entemente dava uma palmadinha nas suas árvores, com um jornal enrolado, e que fazia isso para que se mantivessem sempre acordadas e atentas.

Essa foi a única conversa que tive com aquele meu vizinho.

Logo depois, fui morar em outro país, e nunca mais o encontrei.

Varios anos depois, ao retornar do exterior fui dar uma olhada na minha antiga residência.

Ao aproximar-me, notei um bosque que não havia antes.

Meu antigo vizinho, havia realizado seu sonho!

O curioso é que aquele era um dia de um vento muito forte e gelado, em que as árvores da rua estavam arqueadas, como se não estivessem resistindo ao rigor do inverno.

Entretanto, ao aproximar-me do quintal do médico, notei como estavam sólidas as suas árvores: praticamente não se moviam, resistindo implacavelmente àquela ventania toda.

Que efeito curioso, pensei eu…

As adversidades pela qual aquelas árvores tinham passado, levando palmadelas e tendo sido privadas de água, pareciam tê-las beneficiado de um modo que o conforto o tratamento mais fácil jamais conseguiriam.

Todas as noites, antes de ir me deitar, dou sempre uma olhada em meus filhos.

Debruço-me sobre suas camas e observo como têm crescido.

Freqüentemente, oro por eles.

Na maioria das vezes, peço para que suas vidas sejam fáceis:
“Meu Deus, livre meus filhos de todas as dificuldades e agressões desse mundo”…
Tenho pensado, entretanto, que é hora de alterar minhas orações.

Essa mudança tem a ver com o fato de que é inevitável que os ventos gelados e fortes nos atinjam e aos nossos filhos.

Sei que eles encontrarão inúmeros problemas e que, portanto, minhas orações para que as dificuldades não ocorram, têm sido ingênuas demais.

Sempre haverá uma tempestade, ocorrendo em algum lugar.

Portanto, pretendo mudar minhas orações.

Farei isso porque, quer nós queiramos ou não, a vida é não é muito fácil.

Ao contrário do que tenho feito, passarei a orar para que meus filhos cresçam com raízes profundas, de tal forma que possam retirar energia das melhores fontes, das mais divinas, que se encontram nos locais mais remotos.

Moral da história: Oramos demais para termos facilidades, mas na verdade o que precisamos fazer é pedir para desenvolver raízes fortes e profundas, de tal modo que quando as tempestades chegarem e os ventos gelados soprarem, resistiremos bravamente, ao invés de sermos subjugados e varridos  para longe.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

É nas horas mais difíceis.... que encontramos forças, para alcançar o impossível




Certa vez, estavam duas meninas patinando num lago congelado.

Era uma tarde nublada e fria e as duas brincavam despreocupadas...
·... De repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou.
A outra, vendo sua amiguinha presa e se congelando, tirou um dos patins
e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim
quebrá-lo e libertar a amiga tão querida.
Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido,
perguntaram à menina:
"Como você conseguiu fazer isso? É impossível que tenha conseguido quebrar o gelo, sendo tão pequena e com mãos tão frágeis!"

Nesse instante, um senhor que passava pelo local, comentou muito sabiamente:
"Eu sei como ela conseguiu."

"Pode nos dizer como?" Todos perguntaram
"É simples" Respondeu o senhor.
"Não havia ninguém ao seu redor, para lhe dizer que não seria capaz"

Deus abençoe a todos...